terça-feira, setembro 11, 2007

Tentaram burlar-me

Quem é que nunca ouviu falar nas burlas de taxistas de aeroporto?

Pois é, ontem um filha da P. de um taxista tentou passar-me a perna.

Passo a contar.

Na minha hora de almoço, como trabalho relativamente perto do Aeroporto, fui despedir-me de um casal amigo que embarcavam. A viagem para lá cobraram-me 3.25€ - O Taxista pede-me 3.50€ e eu perguntei porque razão se no taxímetro indicava 3.25€? A sua justificação: - A tarifa mínima é de 3.50€, mas depois de conversa disse: - Pronto OK paga 3.25€.


Agora pergunto eu se no ínicio cobram 2.00€ porquê que ainda existe uma taxa mínima como eu muita gente, é assim que se aproveitam e aumentam o valor! Não consigo entender as zonas a que se referem, qual a diferença entre elas e quando é que se aplica cada uma delas.

Não chulam o suficiente com tarifas para as bagagens, tarifas de noites, enfim é só tarifas... Mas não foi aí que me senti burlada, o pior foi na viagem de regresso ao meu trabalho, que reparo que o taxímetro estava estragado, não na parte do ecrã, mas no facto de não estar de frente, ou seja o taxímetro estava para cima e não conseguia ver o contador. Quando chego ao meu destino e o filha da P. me pede 9.10€. Passei-me de imediato, perguntei se ele estava a brincar comigo, que há uma hora atrás tinha feito a mesma viagem e que inclusive agora ele tinha passado por um caminho mais curto, isto é um absurdo disse, mudou logo de valor e disse que me tinha pedido 4.10€, que não tinha percebido bem. Mas ouvi muitíssimo bem. Exigi ver o valor afixado no taxímetro, e claro já o tinha apagado, aí exaltei-me ainda mais. Disse porque razão tinha andado a mexer e apagado sem primeiro ter visto! Afirmei que qualquer cliente tem de ver o valor, não tem nada de apagar sem primeiro verificar-mos, disse que era inadmissível. Só me apetecia chamar-lhe de ladrão, gatuno... Disse-lhe que era por esta e outras razões que os taxistas tinham má fama, e que de facto tiravam o proveito.
Tive muita pena, e fiquei até chateada comigo mesma por não ter tirado a matrícula e apresentado queixa, porque não se admite uma coisas destas.

O Parvalhão do taxista devia ter pensado, como tinha entrado no táxi no aeroporto, que não conhecia Lisboa, nem os valores a cobrar, se fosse minimamente esperto tinha reparado que se não tinha qualquer bagagem era porque provavelmente não regressava de viagem, né!!!

Ao chegar ao meu local conto o sucedido às minha colegas de trabalho, entra no meu estabelecimento uma cliente toda revoltada, e pode parecer mentira, mas estava revoltada com outro taxista que teve a lata de, para além de andar às voltinhas de propósito, pedir-lhe 6.25€, paga-lhe com uma nota de 10€ e o cabrão diz que não tem troco. Conclusão ficou com os 10.00€, mas isto admite-se!!! Claro que não.
Disse-lhe que fez muitíssimo mal em ter deixado assim, só tinha de se desenrascar para arranjar troco, e dizia-lhe então para arredondar para 5€ a ver se não arranjava. Infelizmente já tive algumas peripécias com Taxistas, e cada vez mais desconfio deles.

Só estou é mesmo arrependida não ter tirado a matrícula do táxi, porque fazia queixa, aliás ainda vou averiguar se posso fazer algo, nem que seja fazer participação, sei que não vai servir de muito sem a matrícula, mas pelo menos sinto-me mais aliviada.

A partir de agora cada vez que andar de táxi e não visualizar o valor, exijo que me mostrem o taxímetro.

7 comentários:

Anabela & Lara disse...

aconteceu-me uma coisa parecida no Porto a uns anos atras!!!

depois queixam-se da má fama!!

jocas

Sara disse...

Vais ao DR, imprimes a tabela que está no DL n.º 297/92 de 31 de Dezembro e estudas a questão. :) Quando achares que te estão a cobrar a mais, chapas com ela na cara do taxista e ele que te explique tintim por tintim porque é que te está a cobrar esse valor. Porque, apesar de tudo, como eles controlam o taxímetro, podem sempre alterar a tarifa.

E caso não fiques satisfeita, pedes o nome completo ao senhor ou senhora, o número de identificação de taxista e tudo e tudo e apresentas queixa na ANTRAL. Tá dito!

YESALEL disse...

Sara - Miga és um amor, quando possível vou averiguar, ler com atenção e ver o que vou fazer.
Obrigadão pela ajuda.

Verita disse...

Francamente, ganda lata a desse sujeito :((
Nunca ando de taxi graças a deus, por estas e por outras é que adoro o meu popó!
Olho aberto querida e se te acontecer mais alguma fez faz queixa e mais nada. Ladrões!

Jokas Minhas

Nuno Medon Fernandes disse...

olá! o taxista não sabe com quem se meteu. ando pouco de táxi, mas aqui há muitos anos ( tvz 5 anos), num dia que fui á queima, eu e o meu colega viemos de táxi p valongo...devem ser uns 11 kms do porto atá valongo e ele levou 15 euros. beijos e bom trabalho

tweetyzinha disse...

Bolas, mas que grandes chulossssssssss.
Não posso crer que existam pessoas com tão mau caracter e tão mal formadas. Ai que raiva!!!!
Eu acho que me passava a valer. Isto não se admite.

Ama, Vive e Sorri
Beijinhos

Cláudia disse...

Olha, eu por acaso tive um problema c um taxista q se fartou de refilar (foi mal educado e tudo) pq estava parado nas docas e nós pedimos para ir para as janelas verdes.
Parece q é perto, mas para ir a pé ainda fica longe. Foi super mal educado...Enfim...foi a unica, até porque raramente ando de taxi :)